terça-feira, 13 de abril de 2010

Fazer Jus à Juventude

 

Dia dos Jovens: 13 de abril.


“A juventude é uma fase de experimentação em que valores e convenções estão em jogo. Todo jovem tem o ideal da autonomia, ou seja, ser reconhecido como alguém cuja voz e opinião podem, definitivamente, ajudar a mudar o estado das coisas.”

 

KY - Abraço do Sol 

 

FAZER JUS À JUVENTUDE
Thúlio Jardim, 30/03/2010



Agora, vou fazer jus à juventude: cantarei a exaltante alegria da minha puberdade! Quando, na janela do quarto, abraça-me um sol exultante. Exatamente como queria, para este dia, nada dará errado!

Pois o que eu mais planejei, plainou em mim ontem. O que eu mais cobicei chegou nesta noite que passou voando, e não dormi, nem foi sonho. Veio com um rol de planos para nós e, debaixo dos panos, deu-me as lições que se vós lêsseis jamais olvidariam…

Em uma lançada, levantou ao último lanço a minha lança. Que espetáculo! Quanta atração… Eu que antes me sentia uma criança, acolchoei-me com muita confiança. Nunca um adulto fez igual, nem melhor serenata ouviram. Cá, eu perpetrei uma ação nela de longa duração… Qual um selvagem senhor, gemia, sem distração. Para mim, era a melodia mais linda; para ela, uma determinação.

Atuei sem ter nenhuma alegação para minha defesa. Ela me acusou de crime de amor, de sedutor. Então, celebrei um acordo, em plantão pré-nupcial. E a única coisa que pedi dela, e sedento, foi o amor!

 


Artigos Recomendados:

2 comentários :

Irene Aguiar disse...

Thúlio hoje tive verdadeiras surpresas ao ler seus posts...
O artigo sobre "O Livro dos Espíritos" e este que li agora.
O universo da linguagem muitas vezes nos surpreende, não sei como classificar este texto seu, mas acredito ser uma crônica, não sei direito. Com certeza sei que está muito bom. Li por aí algo, não recordo onde e nem como estava escrito, que o poeta do cotidiano é quem faz cronicas. Com certeza é verdade no que diz a este texto seu... uma poesia escrita sobre a juventude, belo.
Recordei bem os meus tempos e nela me inseri de fato trazendo recordaçoes de um sentimento passado. PARABENS! Simplesmente MARAVILHOSO!

Thúlio Jardim disse...

Obrigado. Confio sempre na sua análise. De certa forma, sim, pode ser considerada uma crônica, pois escrevo periodicamente aqui. Tento manter este blog atualizado, para que os usuários sempre possam ler algo novo.

Diferentemente de um texto só informativo, o cronista escreve seu texto com elementos de ficção, fantasia e criticismo. "O cronista pode ser considerado o poeta dos acontecimentos do dia-a-dia" (wikipedia).

E como há um elemento temporal aqui, afinal, fala-se de uma data - o dia dos jovens -, poderia sim classificá-la neste tipo de narração. Porém, não saberia precisar se ela é descritiva, narrativa, narrativo-descritiva, lírica ou poética, ou todas essas. ;)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
Google Analytics Alternative