sexta-feira, 5 de março de 2010

A Melhor Oração É A Colaboração.

 

Hoje, o

Dia Mundial da Oração KY - Dia Mundial da Oração

se fez presente. Não uso “faz”, porque não é todo dia 05 de março em que ele ocorre. Mas a cada ano, a primeira sexta-feira do referido e corrente mês… pelo menos, em mais de 170 países. Assim, infere-se claramente que seja impossível de acontecer em data posterior ao dia 07 de março. Sempre se dando em data igual ou antes um pouco.

A proposta é que, sem discriminação de religião, cristãos e cristãs do mundo inteiro possam afirmar a própria fé e compartilhar suas experiências. Esse movimento foi iniciado por mulheres em 1887 e, desde esse tempo, reúne cristãs de diferentes raças, culturas e tradições religiosas de todo mundo, para orarem em conjunto e compartilharem esperanças e temores, alegrias e tristezas.

Pelo que constatei ainda, o Dia da Oração (não o Dia Mundial da Oração!) deste ano de 2010 fora realizado em 02 de março, conforme mostra o site Arte-Educação. Isto gerou dúvidas em mim. Afinal, qual é a data correta ou oficial? Para fins “didáticos”, deduzi que ambas são aceitas, a diferença reside no fato desta daqui ser reservada ao Dia “Nacional” da Oração. Todavia, não tenho certeza. E não posso confirmar, porque não quero fazer como o Deputado João Pedro, e me equivocar justo ao discorrer de datas importantes: leia Dia da Bíblia? Dia da Oração? Dia do Pastor?…

A oração é um ato do interior do homem, onde este agradece a Deus pelas coisas boas de sua vida, pedi orientação sobre seus problemas e trata daquilo que almeja. Orar é uma forma que o homem encontra em buscar a força divina e este ato é de fundamental importância para uma vida cristã, pois a pessoa que ora é a mais beneficiada pela força de sua própria oração. Orar é uma maneira especial que os fiéis têm de conversar com Deus, não importando qual seja a crença de cada um.

Segundo Ed René Kivitz:

“Não existe oração errada. Aliás, a oração errada é aquela que não é feita. A Bíblia Sagrada ensina que se deve orar a respeito de tudo. Orar por qualquer motivo, qualquer hora, qualquer lugar, sempre que o coração não estiver em paz. Tão logo o coração experimente apreensão, preocupação, medo, angústia, enfim, seja perturbado por alguma coisa, a ação imediata de quem confia em Deus é a oração. […]”

Ele ainda apõe, com sabedoria:

“O apóstolo Paulo diz que não precisamos andar ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, com ação de graças, devemos apresentar nossos pedidos a Deus, tendo nas mãos a promessa de que a paz de Deus que excede todo o entendimento, guardará nossos sentimentos e pensamentos em Cristo Jesus (Filipenses 4.6,7). […]”

Esta experiência de oração, de acordo com René, é chamada de oração simples: orar sem censura filosófica ou teológica, orar sem se perguntar "é legítimo pedir isso a Deus?" ou "será que Deus se envolve nesse tipo de coisa?". Simplesmente orar.

A garantia que temos quando oramos assim é a paz de Deus em nossos corações e mentes. A oração não se presta a fazer Deus trabalhar para nós, atendendo nossos caprichos e provendo o nosso conforto. O resultado da oração não é necessariamente a mudança da realidade a respeito da qual se ora, mas a mudança da pessoa que ora. A mudança da situação a respeito da qual se ora é uma possibilidade, a mudança do coração e da mente da pessoa que ora é uma realidade. Deus não prometeu dizer sim a todos os nossos pedidos, mas nos garantiu dar paz e nos conduzir à serenidade. Não prometeu nos livrar do vale da sombra da morte, mas nos garantiu que estaria lá conosco e nos conduziria em segurança através dele.

Por isso que existem tantas pessoas em grupos de oração ou vigílias, atualmente, a fim de pedir pela saúde de alguém, pedir proteção, buscando por melhores condições de vida, emprego, cura interior, paz, fazendo correntes e muito mais. Contudo, segundo os ensinamentos religiosos, não devemos apenas exorar, mas reconhecer tudo de mais simples que Deus nos dá, que são de muita importância para nossa existência, como o ar, o céu, o mar [que, na verdade, não são tão simples!]… a natureza como um todo, pois é ela que nos abriga e fornece nosso lar, que traz bem-estar a saúde e os alimentos para saciar a fome. Carecemos, igualmente, de agradecer pelo trabalho, uma das bênçãos mais respeitável, e que dignifica o homem.

Se fôssemos fazer uma análise fria do que nos cerca, iríamos perceber que temos muito mais coisas boas que dificuldades, e assim estaríamos em débito com Ele e obrigatoriamente deveríamos ser gratos. Afinal, temos ou não uma família, amigos e a oportunidade do lazer? Lembremo-nos, entretanto, que apesar de parecerem coisas corriqueiras na vida de todos, há muitos que por vários motivos não as têm! Dito isso, abra um sorriso, não por concordar com esta “desarmonia”, mas por notar ser abençoado bem além do merecido.

E a melhor oração é a colaboração. Rogar é preciso, silenciar o coração como não? Mas onde fica a ação? Rezar, rezar, rezar mais… e fazer menos? Restar em vez de ajudar com empolgação? Sobrestar sem antes ter estendido a mão!? Optar pela ablação do abraço e pela falta de uma verdadeira oblação?

O maior fruto da oração, pois, não é o atendimento da súplica ou do pedido, e sim a maturidade crescente da pessoa que ora. Na verdade, a estatura espiritual de uma pessoa pode ser medida pelo conteúdo de suas orações, mas também pelas suas ações, pela forma com que ela colabora na sociedade. As orações são ricas, elas revelam o que realmente ocupa nossos corações, o que realmente é objeto dos nossos desejos, o que nos amedronta, nos desestabiliza e nos rouba a paz. É premente rezar de um jeito eficaz - contínuo e confiante. É indispensável para que todo o povo cresça, assim, sem interrupções e com fidúcia. Para que se estabeleça, além disso, escuta atenta e o prudente discernimento, a generosa e pronta adesão ao projeto divino. A vontade do Pai!

Então, fica o convite para que, num lugar de retiro sereno e inspirados pelo dia de hoje, nós contemplemos a paisagem derredor e silenciemos por alguns instantes, para podermos fazer uma oração ou louvor. E para que esqueçamos a dor, porém nunca o mais importante: a colaboração! Experimente isso, de todo o coração.

 

Low. Recife, sexta-feira, 05 de março de 2010.

 

 

Colabore e dê sua opinião!



Interessante → Dia Nacional da Oração [nos Estados Unidos]

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
Google Analytics Alternative